logo do cabeçalho
Gravataí

Mais quatro núcleos gratuitos de judô abertos à comunidade

Quatro novos núcleos esportivos gratuitos foram inaugurados pela Secretaria Municipal de Esporte, Recreação e Lazer (SME) em Gravataí. As escolas municipais Bárbara Maix e Erico Verissimo, a Associação Nova Acrópole e a Igreja Jesus Cristo dos Últimos Dias disponibilizam aulas de judô a crianças e adolescentes de 6 a 16 anos.

“Além de promover a socialização e integração dos jovens, os núcleos oferecem qualidade de vida e acesso ao esporte a pessoas de todas as idades, gratuitamente”, diz o titular da SME, Nelson Beretta.

O coordenador dos núcleos da SME, Marcos Vinícius Pinto, explica que o judô trabalha a coordenação, flexibilidade, agilidade e consciência esportiva. Nos ensinamentos das aulas estão técnicas para cair no chão com segurança, de contato com o outro judoca sem se machucar e táticas para imobilizar o adversário.

Conhecimento sobre o esporte

O professor Rafael Krug, atleta da Sogipa, oito vezes campeão brasileiro, campeão pan-americano e vice sul-americano de Judô, afirma que é fundamental os pais terem conhecimento sobre o esporte. “O judô não é violento, tanto que a principal regra é que as crianças não podem utilizar o que aprendem na rua, sob nenhuma circunstância. Além disso, o esporte é importante para ajudar no desenvolvimento e na construção de pessoas melhores”, destaca Rafael.

As aulas também são ministradas pelo professor Edmilson Conceição, atleta da Sogipa e atual campeão de judô dos Jogos Universitários. Ele foi representante da categoria médio (até 90 kg) no mundial da Tailândia e campeão mundial de Jiu-Jitsu.

Oportunidade

Neli da Silva levou na última semana, pela primeira vez, as filhas gêmeas Camila e Carolina de Moura, de seis anos, para praticar judô na Escola Erico Veríssimo. Para ela, esta é uma importante oportunidade para as meninas. “Descobri a aula em uma apresentação que eles fizeram na escola, e como não temos condições para pagar as aulas, achei uma boa opção para elas praticarem um esporte”, contou Neli, que acompanhou toda a aula.

Disciplina

Com muita disciplina e vontade própria, Matheus dos Santos, oito anos, também do núcleo da Erico Verissimo, disse aos pais que queria participar das aulas e não aceitava um não como resposta. “Meus pais não gostaram muito da idéia no início, mas eu mesmo tomei a minha decisão e hoje eles me apóiam, porque já aprendi vários movimentos que estou acompanhando os judocas fazerem nas Olimpíadas de Pequim”, falou Matheus.

Informações

Os pais que desejarem inscrever seus filhos nas aulas ou tiverem alguma dúvida podem comparecer nos locais abaixo para conhecer a dinâmica e conversar com os professores. Mais informações sobre esses e demais núcleos pelo fone 4001-3532 ou 4001-3533.

Fotos: Dienifer Cecconello