logo do cabeçalho

Primavera/Verão Via Marte

A Via Marte preparou uma surpresa

mais
Gravataí

Curso de cabeleireira é alternativa de renda para mulheres do Barnabé

Todas as quintas-feiras, um grupo de 40 mulheres sai de casa com o intuito de aprender uma nova profissão. O sonho de se qualificar para o mercado e, assim, ter condições de ajudar no orçamento familiar, integra as alunas do curso de cabeleireira oferecido pelo Programa de Aceleração do Crescimento – PAC Barnabé.

“O PAC se preocupa em transformar a cidade com obras de infra-estrutura e moradia, beneficiando diretamente 496 famílias. Porém, também temos a preocupação de modificar a cultura da região, fazendo com que as pessoas cuidem da área revitalizada, além de oferecer novas possibilidades de geração de renda”, enfatiza Calebe Guimarães, secretário municipal de Captação de Recursos e interino de Obras e Viação.

A coordenadora da equipe de trabalho social do PAC, Tânia Felix, afirma que os cursos vão oferecer novas alternativas para a comunidade. “Com o diploma em mãos, os alunos terão novas chances de se colocar novamente no mercado de trabalho com uma profissão específica”, afirma Tânia.

Curso

O curso de cabeleireira é realizado todas as quintas-feiras. Pela manhã, uma turma de aprendizes se reúne na Associação Comunitária dos Amigos do Bairro Bonsucesso (Ascab). À tarde, é a vez da comunidade do Parque dos Eucaliptos receber as instruções na associação do bairro.

As aulas irão se estender por três meses e, após o término, será realizada a cerimônia de formatura do grupo. As melhores alunas receberão kits com materiais para iniciar seu trabalho imediatamente. “As participantes estão muito adiantadas e animadas em aprender”, pontua Maria Helena Salines, monitora do curso.

Experiências

Marinês Machado, 20 anos, está sem emprego e vê no curso de cabeleireira uma chance de voltar ao mercado de trabalho. “É uma grande oportunidade pra nós. O curso e a monitora são excelentes”, opina.

A dona-de-casa Vera Santiago, 45, conta que já iniciou outro curso para aprender a profissão, mas teve que desistir devido ao alto custo. “Tive que parar por que a grana estava curta. O PAC abriu as portas de novo para mim”, frisa. Vera diz que pretende começar a trabalhar assim que o curso terminar e exalta a iniciativa da equipe de trabalho social de proporcionar o aprendizado à comunidade. “Nota mil para o PAC”, comemora Vera.

Eliane Bitencourt, 36, revela que já cortava o cabelo do pessoal de sua casa e que a partir de agora pensa em transformar a tesoura em sua ferramenta de trabalho. “Gosto da profissão e agora terei um diploma”, vibra Eliane.

Outros cursos

Além das turmas que formarão novas cabeleireiras, também estão sendo realizados os cursos de reciclagem, bijuteria, eletricidade, manicure, artesanato, hip hop e customização de roupas.

Secretaria

Quem quiser saber mais sobre os cursos profissionalizantes oferecidos pelo PAC pode ir até a Secretaria Municipal de Captação de Recursos, na avenida Nei Brito, 778, bairro Bonsucesso, ou entrar em contato pelo telefone 3496-5115.

Fotos: